Floresta Vertical - Exemplo de Sustentabilidade -

Floresta Vertical – Exemplo de Sustentabilidade

O que é uma floresta vertical?

Florestas verticais são edifícios com estrutura para a inserção de uma camada de vegetação em fachadas.

Em meio ao cinza das cidades, o verde dessas construções transformam as paisagens urbanas. Elas possibilitam uma conexão com a natureza, trazem beleza, conforto, bem-estar e melhoram a qualidade de vida dos habitantes.

Da mesma forma como ocorre na natureza, essas cortinas verdes se modificam conforme mudam as estações e as condições climáticas. Em projetos como esse, a escolha das diferentes espécies de plantas tem sua função – no verão, as folhagens mais cheias e robustas auxiliam no conforto térmico, enquanto que no inverno, quando as folhas caem, aumenta a entrada de radiação solar.

Responsáveis pela qualidade do ar, florestas verticais também aumentam a biodiversidade, tornando-se “lar” para pássaros e insetos.

As plantas também trazem ganhos fisiológicos, atuam no bem-estar, na melhora da produtividade e até na redução do estresse.

bosco verticale - floresta vertical

Imagem: Inova Social

O projeto “Bosco Verticale” do arquiteto Stefano Boeri (imagem acima) é referência quando falamos em floresta vertical – ele possui 2 torres residenciais (com 113 apartamentos no total) e fica localizado em Milão na Itália.

São mais de 480 árvores e mais de 11 mil plantas que equivalem à 20.000 m² de vegetação.

“Os edifícios são equipados ainda com sistemas de reciclagem de água e irrigação, além de painéis solares fotovoltáticos. Mas talvez um dos maiores benefícios seja o fato de que presença desta vegetação ajuda a criar um microclima no local, enquanto as plantas ainda filtram a poeira, absorvem o dióxido de carbono, produzem oxigênio e protegem os moradores da radiação e da poluição.” (Fonte: Hypeness)

Vantagens das Florestas Verticais

As árvores são um importante elemento para as cidades, pois atuam auxiliando na redução da poluição retirando Co² do ar e produzindo oxigênio. Elas também geram sombreamento, sendo capazes de melhorar o conforto térmico.

Detalhe

Ilustração: Archdaily – Bosco Verticale

Outras benefícios da vegetação em cidades:

  • Reduzem os efeitos das ilhas de calor;
  • Atuam como um filtro de poeira e poluição;
  • Melhoram a qualidade do ar;
  • Promovem sombreamento e conforto térmico;
  • No processo de evaporação, as plantas resfriam o ambiente;
  • Diminuem o ruído urbano;
  • Aumentam a biodiversidade.

Manutenção

Normalmente a irrigação é feita por sistemas automatizados que também distribuem nutrientes para as plantas. No edifício Bosco, “o cálculo das necessidades de irrigação foi realizado através da observação das características climáticas e foi diversificado de acordo com a exposição de cada fachada e a distribuição da vegetação em cada pavimento.” (Fonte: Archdaily)

O sistema desse projeto, além de ser inteligente para a rega, também faz utilização do reaproveitamento da água da chuva, dos chuveiros e torneiras.

Detalhe - floresta vertical
Na imagem acima: ” Os edifícios agora são um ponto de referência para a cidade, suas cores variam de acordo com a estação do ano e as diferentes naturezas de plantas utilizadas. Isso oferece à população de Milão uma vista da cidade em constante mudança.” (Fonte: Archdaily)
© Laura Cionci

Na imagem acima: “A gestão das plataformas onde as plantas crescem é de responsabilidade do condomínio, como é a manutenção e substituição de toda a vegetação e o número de plantas estabelecidas para cada plataforma.” (Fonte: Archdaily)

Fonte de informações do projeto:  https://www.archdaily.com.br/br/778367/edificio-bosco-verticale-boeri-studio

Confira nossos artigos sobre “Arquitetura Sustentável”

Nos siga nas redes sociais: Instagram ca2 linkedin ca2 facebook ca2 youtube ca2 pinterest ca2

Cadastre-se para Receber Nossos Conteúdos e Novidades.

Ao se inscrever você concorda com a nossa Política de Privacidade

* indicates required