Jardim Vertical -

Jardim Vertical

O Jardim Vertical é feito com uma estrutura com suporte vertical para o cultivo de várias plantas. É uma técnica usada para “verticalizar” a vegetação formando um “jardim”.

Os jardins verticais estão em destaque atualmente na arquitetura. Esse fato tem haver com a diminuição dos espaços nas construções e apartamentos cada vez menores.

Jardim Vertical

(Fonte: Decorfacil)

Além disso, a procura por soluções e técnicas sustentáveis na construção civil está aumentando. (Ainda temos muito o que evoluir nesse sentido, mas já percebemos um movimento favorável na consciência ambiental.)

A verticalização dos jardins surge para suprir essa “falta de espaço” e o desejo de ter espaços verdes na decoração seja interna ou externa.

Os jardins verticais também são usados em fachadas. Quem mora em São Paulo, possivelmente já viu na região central um edifício com uma parede imensa e verde em meio ao cinza urbano da cidade. Sem dúvidas o visual é muito bonito e chama atenção dos que passam por ali.

(Fonte: Design Culture)

Infelizmente no Brasil, os jardins verticais ainda são conhecidos principalmente por seu objetivo estético sendo que seus benefícios vão muito além do visual.

A urbanização acelerada formou “ambientes” com características de alta retenção de calor e com altas taxas de poluentes no ar, aumentando assim as temperaturas; Nesse contexto, os jardins verticais podem desempenhar um papel fundamental. Eles podem auxiliar na redução do impacto negativo das cidades ao meio ambiente.

Benefícios dos Jardins Verticais

Os Jardins Verticais ajudam a melhorar a qualidade do ar, porque reduzem a quantidade de poluentes na atmosfera (as plantas absorvem o dióxido de carbono e produzem oxigênio).

Ao promover uma melhora no fluxo de ar natural, na filtragem e retenção de partículas de poluição e impurezas, ele é capaz de tornar os ambientes mais saudáveis. Além do conforto visual, saúde e bem-estar, o jardim vertical trará também conforto térmico para o ambiente.

(Fonte: Urban Gardens Web)

Consequentemente, ele irá contribuir para a eficiência energética ao diminuir a necessidade de condicionadores de ar. Um muro vivo, cria um “revestimento natural” e evita a perda ou o ganho excessivo de calor.

Jardim Vertical

(Fonte: Decoist)

O contato direto com vegetação traz a sensação de bem-estar. As plantas são capazes de aumentar a produção de hormônios da felicidade e podem ajudar a reduzir os níveis de estresse e ansiedade.

Outro benefício é que as paredes verdes podem atrair abelhas, pássaros, contribuindo para o microclima local. E há também a redução das ilhas de calor (Saiba mais sobre as ilhas de calor neste artigo).

Ambientes Internos

Ao fazer um jardim vertical em ambientes internos, você fará com que as plantas deixem de ser um elemento secundário e passem a ser protagonistas na decoração do ambiente.

Jardim Vertical

(Fonte: Decorfacil)

Existem inúmeras espécies de plantas que podem ser usadas para fazer o jardim, mas antes de escolher quais deve usar, leve em consideração a  incidência de iluminação natural no espaço, pois a necessidade de luz irá variar para cada tipo de planta.

Em salas ou outros espaços internos, os jardins verticais podem ajudar a aumentar a sensação de profundidade e altura da parede em que é instalado.

Espaços Pequenos

O grande benefício dos jardins verticais para espaços pequenos é não precisar de grandes superfícies para ter uma linda “área verde”.

(Fonte: Decorfacil)

O cuidado que se deve ter ao escolher por um espaço vertical de vegetação dentro de casa, em escritórios ou apartamentos, é verificar as condições de luz e ventilação natural do local, e determinar as espécies em decorrência dessas variáveis para manter um ambiente propício para as plantas de desenvolverem.

Paredes Verdes

 

(Fonte: Decorfacil)

Paredes verdes ou jardins ?

São muitos os nomes, porém são apenas variações para um mesmo objetivo: parede verde, parede viva, jardim vertical e etc. Todas essas são opções para nomear essas belas estruturas verdes e verticais, sejam do tamanho que for (tenham elas centímetros ou metros).

Quando instaladas em fachadas, as plantas terão abundância de luz natural para desenvolver a fotossíntese.

Geralmente, nesses casos, podem ser escolhidas espécies que variam em volume conforme as estações, assim poderá ser proporcionado um maior sombreamento em épocas em que o sol é mais forte.

(Fonte: Decorfacil)

Para compor uma parede verde podem ser usadas espécies que variam em densidade e ficam mais ralas ou caducas em determinadas épocas do ano.

Dependendo da orientação e estação do ano, no verão por exemplo, a vegetação mais densa vai reduzir a radiação incidente e melhorar o desempenho térmico.

(Fonte: Decorfacil)

Sistemas

Existem suportes desenvolvidos para esse fim, mas é possível desenvolver a estrutura com a utilização de pallets, pvc ou outros materiais.

Antes de desenvolver é necessário pensar no sistema de irrigação, se será automático ou manual;

Para jardins de menor extensão e complexidade, a rega manual pode ser suficiente.

Em casos de paredões com grandes extensões, o sistema deve ser pensado para funcionar de maneira automática, tanto em relação ao processo de adubagem quanto irrigação.

Plantas mais resistentes como samambaias e jiboias podem ser uma excelente opção.

Inspirações de Jardins Verticais

Nós temos uma pasta em nosso Pinterest com uma série de inspirações de jardins verticais. Clique aqui para ver.

Nos siga nas redes sociais: Instagram ca2 linkedin ca2 facebook ca2 youtube ca2 pinterest ca2

Cadastre-se para Receber Nossos Conteúdos e Novidades.

Ao se inscrever você concorda com a nossa Política de Privacidade

* indicates required